19 de jul de 2013

Antidepressivo

Faço parte da geração que escreve coisas no computador. Me orgulhar? De quê? Por vezes depressiva, lendo livros depressivos para pensar na depressão. Que coisa mais estranha ter essa alma. Que coisa! (...)

Trilha sonora da madrugada:

4 comentários:

  1. Gleanne...
    Vc pensou sobre a idéia que te dei de fazer um livro de contos inspirados em músicas do Legião? Pensando mais a respeito e, sobretudo, cada vez mais impressionado com o nível com que vc está escrevendo, eu realmente acho que vc deveria investir nisso! O que acha?
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei, sim. E não vou esconder o quanto fiquei animada com isso. Legião me marcou muito, me acompanha desde os meus sete ou oito anos... Enfim, e escrever um livro sempre foi um sonho, desde os doze que tento escrever um; o primeiro "livro" tinha só umas quinze páginas e foi escrito na última matéria do caderno da escola. As minhas amigas liam tudo na medida que eu ia desenvolvendo a história (romântica ao extremo, rs). Tenho alguns rascunhos de contos nos meus cadernos e vou desenvolvê-los mais e postá-los aqui. Bem, vou continuar com esse... projeto, mesmo que eu esteja de cabeça cheia por causa do Enem. Esse ano ainda estarei um pouco mais livre, em 2014 é que eu creio que darei uma pausa na escrita para focar nos estudos. É uma pena, pois escrever já virou questão de manter a sanidade. São fases, apenas fases...
      Abraços!

      Excluir
  2. Fico muito feliz! E não tenha pressa! Não importa se levar anos para ficar pronto... Concentre-se sempre na qualidade e não na velocidade do teu trabalho! Tenho certeza de que será maravilhoso e de que muitos fãs do Legião ficarão maravilhados! E olha... Adorei o que vc disse... "Escrever é uma questão da manter a sanidade!" É exatamente o meu caso!
    Abs!
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Gugu. Prometo que quando ficar pronto, você não se arrependerá! rs

      Excluir

Já que gostou, comenta! É isso que me faz feliz. ;)