20 de out de 2012

Tony e Damon

      Macabro, macabro. Lugares imundos fazem com que eu lembre deles. Ruas escuras, vento frio, vento, vento. Pesadelos! Tony, é tudo culpa dele! Ele me arrastou para dentro desse lugar escuro, depois me arrancou de lá, mas, conseguiu me traumatizar. Damon, ele é o demônio da minha vida, um vulcão aparentemente adormecido. Estes são os dois amores da minha vida. O primeiro, eu amei; o segundo, diz que me amou.
       Ambos foram doces. Ambos são amargos. Tardiamente eu os conheci, dois seres de almas imundas. Pessoas repugnantes, provocam náuseas em qualquer um. Eles me enlouqueceram, me deixaram chutando paredes, me atormentam até hoje.
       O que nos une é algo muito forte, de outras vidas. Nos odiamos no passado e nos odiaremos por toda a eternidade. Eles me empurraram para o desconhecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Já que gostou, comenta! É isso que me faz feliz. ;)