22 de jun de 2013

Uníssono


Talvez os caminhos estejam errados. O medo enche nossos corações de desespero. Estranho querer algo que não nos faz bem, estranho desejar algo que nos deixa fora do ar. Alguns dizem: "Estamos em guerra." Outros respondem: "Estamos em progresso." Tudo isso deixaria minha mente confusa, caso eu fosse uma criança. Quisera eu ser criança agora e não ter medo. Quisera eu ter a inocência, ver beleza em um helicóptero de guerra. Estranhos são os meus desejos. Estranhas são as minhas decisões. Queria fechar a porta e trancar-me no meu pequeno mundo. Mas eu não tenho mundo algum, nem deixo que o meu não-mundo seja pequeno. Parece que carrego todos em meus braços. Não entendo bem os meus sorrisos discretos, nem minha leveza de poucos minutos. A estranha paz interior preocupada com as próximas decisões e com o nosso novo rumo. As vozes da minha mente falam em uníssono: "Tudo ficará bem." Eu insisto em duvidar.

Um comentário:

Já que gostou, comenta! É isso que me faz feliz. ;)