4 de fev de 2013

Apenas o espaço vazio

Eu precisei soltar os cabelos depois que te conheci. Precisei sentir o vento tocar meu corpo, precisei sentir uma liberdade desconhecida, precisei sentir algo novo. Tive que mudar. Precisei abandonar os óculos escuros, tirar a escuridão dos meus olhos, a agressividade da expressão, o orgulho ao caminhar. Precisei retirar todo o peso que havia em mim.

Nada é garantido, eu sei. Você pode ser apenas o espaço vazio entre duas palavras, só uma trégua da guerra onde vivo. Pode ser só alguém que chegou, mas terá que partir. Ou não. Afinal, nunca se sabe. Mas tenho medo de que você não seja forte o bastante para suportar minhas loucuras, meus impulsos, e outras tantas particularidades que possuo. Tenho medo que você não entenda meus isolamentos que acontecem vez ou outra. Às vezes fico calada, trêmula, me encolho de frio. Sinto frio quando faz frio em minha alma, nada está relacionado com a temperatura que está fazendo em um lugar x. Tenho medo, medo de que você não consiga entender isso.

E enquanto permaneço com toda essa dúvida, você está em algum lugar, respirando o mesmo ar que eu, pensando em outro alguém. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Já que gostou, comenta! É isso que me faz feliz. ;)